Dicas infalíveis para conseguir emprego no exterior (na sua área de atuação)

Aqui vou dar algumas dicas que serviram muito bem pra mim. Consegui emprego na Coreia do Sul, em Singapura e na Austrália (mesmo com visto de estudante, podendo só trabalhar meio período). Essas não são regras gerais, mas sim o que vi que funciona, funcionou comigo e com pessoas que conheço. Tá tudo explicadinho no video abaixo:

Não se preocupe, não vou sugerir que você vá nos sites de busca de vagas dos países e aplique uma por uma, pode ficar tranquilo!

1 – Visto: Primeiro de tudo você tem que ver se o país que você quer trabalhar oferece visto de trabalho pra estrangeiros na sua área de atuação. a Austrália por exemplo tem listas de ocupações e as empresas só podem dar visto a pessoas que se encaixam naquelas profissões. Pesquise bem antes de começar a busca.

 

2 – Língua: Se você estiver tentando emprego em um país onde a língua principal é o inglês, sugiro que você domine bem o idioma. O mundo de negócios tem um ritmo acelerado e ninguém vai querer ficar explicando a mesma coisa várias vezes pra o funcionário estrangeiro conseguir entender. Infelizmente é a realidade. Você precisa mergulhar no idioma. A partir de agora, comece já: quando ouvir músicas, pega a letra da música e tenta entender o que estão cantando, assiste a filmes com legendas em inglês em vez de português. Assim você vai ouvir e entender o que está sendo dito, e melhorar sua compreensão.

Se você está tentando emprego em país que não fala inglês oficialmente, a exigência da fluência na língua nativa pode ser menor, pois grandes empresas poderão se comunicar com você em inglês. Nesse caso sugiro que você procure emprego em empresas que têm negócios com o Brasil, assim sua fluência no português vai ser um atrativo para a empresa e é uma vantagem. Claro que se você dominar a língua desse país vai ajudar bastante! Eu trabalhei na Coreia sem falar 1 palavra em Coreano, falava inglês na empresa e lidava com clientes brasileiros e para eles era ótimo pois eu expandi o alcance da empresa deles.

 

3 – Currículo: Primeiro você vai ter que ter um currículo claro e organizado. Coloque as experiências relevantes a área de atuação para qual você vai procurar emprego (se você trabalhar com logística, não precisa colocar sua experiência como garçonete por exemplo, isso pode confundir a pessoa que está lendo seu currículo e fazer você perder credibilidade como um bom profissional de logística). Se precisar crie mais de um modelo de currículo, cada um específico para uma vaga diferente. Escreva em tópicos, se criar grandes parágrafos ninguém vai ter tempo de ler. Por favor revise dez vezes se necessário, mas garanta que não vai ter nenhum erro de digitação, gramática, concordância etc. Se tiver, pode queimar seu filme e fazer você perder a chance. Coloque foto. Não precisa ser foto formal de documento, mas também não vá colocar foto na balada, ou vestido de maneira não apresentável. Seja razoável.

 

4 – Contatos: Esse é o mais importante de todos. Crie seu perfil no site Linkedin (e outros do tipo). Vou usar meu caso como exemplo: queria emprego na área de compras em Singapura. Fiz uma busca e comecei a adicionar pessoas que trabalham na área de compras, principalmente gerentes e diretores. Também adicionei bastante CEOs de empresas e também pessoas que trabalham em empresas de recrutamento. Você pode ter a sorte de adicionar alguém que está a procura de uma pessoa com seu perfil. Prepare mensagens personalizadas pra cada uma dessas pessoas:

 “Oi fulana, sou Cicrana, obrigada por me adicionar…. eu sou brasileira e falo 3 idiomas… tenho bastante experiência com compras e acredito que poderia ser uma otima opcão para sua empresa chamada ABCD por causa disso e daquilo… bla bla … Se você não puder me ajudar, você poderia me indicar quem possa?….. Obrigada”.

Esse é só um exemplo. Procure também por empresas que fazem negócios com o brasil, isso vai aumentar suas chances. acredito que sites como esse são a melhor maneira de entrar em contato com quem pode te ajudar. Eu além de empregos consegui amigos com o Linkedin, pessoas que não tinham emprego para oferecer mas que cederam seu tempo pra mim e me mostraram a melhor direção.

Esses contatos poderão te fazer chegar até as pessoas certas. Podem te chamar pra entrevistas ou para um bate papo, e as oportunidades são varias. Se você der 1000 tiros a chance de 1 atingir o alvo é bem grande, e você só precisa de 1 emprego mesmo! 🙂

 

5 – Localização: Triste realidade, suas chances aumentam em 100% se você estiver no país no qual está tentando conseguir emprego. Se você tem a chance de visitar as empresas, e estar disponível para entrevistas em pessoa, claro que é mais fácil. E lógico que também há chances se você estiver no Brasil, mas precisa encontrar empresas que estão dispostas a te entrevistar por skype a distância, e nem todas estão.

 

6 – Documentos: Não perca tempo e já traduza seus diplomas (ou outros documentos relevantes), vai ajudar bastante quando conseguir o emprego e precisar aplicar visto, agilizando o processo.

 

Tá esperando o que? Capricha no currículo, faz sua pesquisa, mergulha na língua e boa sorte! Nos vemos mundo afora!

 

Perguntas e sugestões? Pode mandar!

Gostou o texto? Compartilhe clicando nos botões abaixo!

2 thoughts on “Dicas infalíveis para conseguir emprego no exterior (na sua área de atuação)

Comments are closed.